Apneia do sono tratamento caseiro

A Apneia do Sono – Como Tratar a Apneia do Sono sem o CPAP

A apneia do sono é um distúrbio comum que afeta muitas pessoas, prejudicando sua qualidade de vida. Embora o CPAP seja o tratamento mais conhecido, existem opções alternativas, como o aparelho intra oral. Neste artigo, você irá descobrir como tratar a apneia do sono sem o uso do CPAP, e aprenderá sobre algumas opções naturais e alternativas, incluindo o uso aparelho intra oral, para garantir uma noite de sono tranquila e restauradora. Aproveito lhe convidar a visitar uma das minhas clínicas onde realizo o tratamento do ronco e da apneia do sono em Campinas e em São Paulo (Brooklin e Tatuapé)


Aparelho Intra Oral para o Ronco e a Apneia

Feito sob medida para você

anti ronco

O que é a Apneia do Sono?

A apneia do sono é um distúrbio que afeta a respiração durante o sono, causando interrupções na respiração que podem durar de alguns segundos a um minuto. Essas pausas na respiração podem ocorrer várias vezes durante a noite e levar a uma série de problemas de saúde, como fadiga diurna, depressão, problemas de memória e concentração, hipertensão arterial e problemas cardiovasculares.

O que é CPAP?

O CPAP é o tratamento que utiliza uma máscara facial conectada a uma mangueira ligado a um pequeno compressor de ar. Ele é um tratamento muito eficiente, mas nem todo mundo se adapta a esse tipo de terapia. Felizmente, existem outras opções naturais e alternativas para tratar a apneia do sono, incluindo o uso de aparelhos intra orais.

Como funciona o aparelho intra oral para o ronco e a apneia do sono?

Os aparelhos intra orais são dispositivos que são colocados na boca antes de dormir para manter as vias respiratórias abertas durante o sono. Eles funcionam posicionando a mandíbula para a frente e liberando a passagem do ar na região orofaringe, parte superior do pescoço abrindo evitando o fechamento das vias aéreas

Esse tipo de aparelho é frequentemente recomendado para pessoas com apneia do sono leve a moderada, e é uma opção mais confortável e portátil do que o CPAP.

Quais alternativas naturais para tratar a apneia do sono?

Além dos aparelhos intra orais, existem outras opções naturais que podem ajudar a melhorar a apneia do sono, como a perda de peso, a prática regular de exercícios físicos e a mudança na posição de dormir. Dormir de lado em vez de dormir de costas, por exemplo, pode ajudar a manter as vias aéreas abertas.

Além disso, é importante evitar o consumo de álcool e tabaco antes de dormir, pois eles podem relaxar os músculos da garganta e agravar a apneia do sono. Também é importante dormir em um ambiente adequado, com temperatura e umidade adequadas e sem interrupções sonoras.

Aviso importante sobre o CPAP

Se você sofre de apneia do sono e não se adapta bem ao CPAP, não desista! Existem outras opções naturais e alternativas, incluindo o uso de aparelhos intra orais, que podem ajudá-lo a ter uma noite de sono mais tranquila e restauradora. Consulte um especialista em sono para descobrir qual opção é a melhor para você e comece a aproveitar os benefícios de uma noite de sono de qualidade.

Vídeos curtos sobre a apneia do sono

Nossas Unidades:

Unidade Brooklin

R. Alcides Ricardini Neves,12

Bairro: Brooklin

WhatsApp 11 94164-5052

Unidade Tatuapé

R. Cantagalo, 692 Conj 618

Bairro: Tatuapé

WhatsApp 11 94164-5052

Unidade Campinas

Dr Paulo Coelho - Campinas

R. Antonio Lapa, 1020

Bairro: Cambuí

WhatsApp (19) 99813-7019

Perguntas Frequentes

Como o dentista trata o Ronco?

A intervenção do dentista nestes casos não é solução definitiva, se bem que na maioria dos casos elimina integralmente o zumbido indesejável.

Trata-se de colocação de uma placa do tipo das de relaxamento, indicada para pessoas bruxônomas (que rangem os dentes enquanto dormem) ou para pequenas correções dos dentes nos casos em que um dispositivo simples como este tem condições de corrigir.

Estas placas, além de permitirem um sono mais leve, impedem um desgaste dos dentes e, se elaboradas com conhecimento anatômico da região que provoca o ronco. Pela suspensão dos tecidos flácidos, impedem sua vibração e, por conseguinte o incômodo de roncar.

Uma hipótese que ainda necessita de acompanhamento de muitos casos por muito tempo, é a de que o uso sistemático deste dispositivo, todas as noites. Pode ir conformando os tecidos da região flácida, corrigindo seu posicionamento e eliminando a possibilidade de vibração, mesmo sem o uso do aparelho.

Talvez não em todos os casos, mas em um bom número, isto pode vir a acontecer, o que seria um motivo a mais para se continuar estudando esta alternativa de tratamento.

Mas este tratamento funciona?

Para os que convivem com o problema, esta é uma grande solução, porque certamente irá permitir que voltem a dormir. Para quem ronca, uma tentativa de solução sem cirurgia, sem dor, sem remédios. E o que é mais interessante, extremamente acessível por ser barata, fácil e rápida de fazer, além de apresentar resultados imediatos com o simples uso do aparelho.

Dá a seu possuidor a liberdade de colocar e tirar quando quiser, o que é uma alternativa importante para aqueles que não roncam sistematicamente e que podem utilizá-lo quando o prejudicado o solicitar.

Além de não incomodar, para os que têm vida dinâmica e agitada, justamente os que têm o sono mais pesado e mais predispostos ao roncar, tem uma vantagem adicional ao servirem como placa de relaxamento, evitando assim afrouxamento ou desgaste dos dentes.

Devo procurar um tratamento?

Se você já recebeu comentários de que costuma roncar, pergunte ao seu dentista se ele confecciona este tipo de aparelhos ou se sabe lhe indicar algum colega que tenha estudado o assunto para lhe indicar com esta finalidade.

Depois de pronto o aparelho, seu próprio dentista poderá proceder a alguns ajustes por conta de alguns acertos que se façam necessários. Pois, com o uso, pode estar apertando um ou outro dente ou bochecha, visto que o mesmo é de uso indefinido e requerendo somente higienização após o uso.

Por Antônio Inácio Ribeiro, extraído do livro “100 motivos para ir ao dentista”.

Nossas Unidades:

Unidade Brooklin

R. Alcides Ricardini Neves,12

Bairro: Brooklin

WhatsApp 11 94164-5052

Unidade Tatuapé

a apneia do sono

R. Cantagalo, 692 Conj 618

Bairro: Tatuapé

WhatsApp 11 94164-5052

Unidade Campinas

a apneia do sono

R. Antonio Lapa, 1020

Bairro: Cambuí

WhatsApp (19) 99813-7019

O que provoca apneia de sono?

A apneia do sono é causada pelo colapso ou obstrução das vias aéreas superiores durante o sono, o que leva a paradas respiratórias. Esse colapso pode ser causado por uma série de fatores, incluindo obesidade, tabagismo, consumo excessivo de álcool, uso de sedativos ou relaxantes musculares, desvio de septo nasal, doenças da tireoide, entre outros.

Além disso, a idade e a genética também podem ser fatores contribuintes para a apneia do sono. Onde komens com mais de 40 anos e mulheres na pós-menopausa têm maior risco de desenvolver apneia do sono.

Também há evidências de que apneia do sono pode ser hereditária, o que significa que pode ser transmitida de pais para filhos.

Portanto apneia do sono pode ser causada por uma variedade de fatores, incluindo obesidade, tabagismo, consumo de álcool, genética, idade e outros fatores de risco. Se você suspeita que está sofrendo de apneia do sono, é importante consultar um especialista em sono para avaliar sua condição e buscar o tratamento adequado.

Quais são os sintomas da apneia do sono?

1- Ronco alto e frequente durante o sono;

2- Interrupções na respiração enquanto dorme, seguidas de engasgos ou sufocamento;

3- Acordar com a sensação de sufocamento ou falta de ar;

4- Fadiga diurna excessiva e sonolência;

5- Dificuldade de concentração e memória;

6- Irritabilidade e alterações de humor;

7- Dores de cabeça pela manhã;

8- Insônia;

9- Micção frequente durante a noite;

10- Redução da libido e disfunção erétil em homens.

O que acontece com uma pessoa que tem apneia do sono

  • Fadiga diurna excessiva como fadiga diurna, sonolência e falta de energia.
  • Aumento do risco de pressão alta, arritmia cardíaca, insuficiência cardíaca e outros problemas cardiovasculares.
  • Aumento do risco de acidente vascular cerebral (AVC)
  • Problemas cognitivos incluindo a perda memória, perda concentração e tomada de decisões.
  • Ansiedade e depressão
  • Problemas respiratórios
  • Problemas sexuais: a apneia do sono pode reduzir a libido e causar disfunção erétil em homem

Quando a apneia do sono é grave?

Apneia do sono é uma condição crônica que geralmente não tem cura definitiva, mas pode ser controlada e tratada com sucesso. O tratamento adequado pode reduzir ou até mesmo eliminar os sintomas da apneia do sono e melhorar significativamente a qualidade de vida.

A duração dos episódios de apneia do sono varia de pessoa para pessoa e depende da gravidade da condição. Em geral, as pausas respiratórias duram de alguns segundos a um minuto, mas podem ocorrer várias vezes por hora durante toda a noite.

Se não tratada, pode ter consequências negativas para a saúde a longo prazo, incluindo problemas cardiovasculares, cognitivos e respiratórios, além de aumentar o risco de acidente vascular cerebral e morte prematura.

Por isso, é importante procurar tratamento médico adequado assim que os sintomas da apneia do sono se manifestarem.

O tratamento pode incluir terapia com CPAP (Pressão Positiva Contínua nas Vias Aéreas), mudanças no estilo de vida, como perda de peso e mudanças na alimentação e exercícios físicos, ou outros tratamentos, como aparelhos intra orais e cirurgia.

Em resumo, apneia do sono é uma condição crônica que pode ser controlada e tratada com sucesso, mas geralmente não tem cura definitiva.

A duração dos episódios de apneia do sono varia de pessoa para pessoa e depende da gravidade da condição. É importante procurar tratamento médico adequado assim que os sintomas se manifestarem para evitar complicações graves a longo prazo.

Qual a melhor posição para dormir para quem tem apneia do sono?

A posição de dormir pode afetar a gravidade da apneia do sono em algumas pessoas. Dormir de costas pode aumentar a probabilidade de obstrução das vias aéreas superiores, enquanto dormir de lado pode ajudar a mantê-las abertas.

Portanto, para algumas pessoas com apneia, a melhor posição para dormir é de lado. É importante lembrar que, mesmo dormindo de lado, outros fatores podem contribuir para apneia do , como obesidade, tabagismo e consumo excessivo de álcool.


Aparelho Intra Oral para o Ronco e a Apneia

Feito sob medida para você

anti ronco

O que piora a apneia do sono?

Ela pode ser agravada por diversos fatores, como o excesso de peso ou obesidade, consumo excessivo de álcool, uso de sedativos ou tranquilizantes, tabagismo, alergias ou problemas respiratórios, além de características anatômicas da face e pescoço, como o tamanho da língua e da mandíbula.

A idade e o gênero também podem influenciar no desenvolvimento da apneia do sono, sendo mais comum em homens e em pessoas acima dos 40 anos.

Fatores genéticos também podem estar envolvidos. É importante identificar esses fatores e procurar tratamento adequado para controlar apneia do sono e melhorar a qualidade de vida.

O que fazer para não ter apneia do sono?

Não há uma forma 100% garantida de prevenir a apneia do sono, mas há medidas que podem ajudar a reduzir o risco de desenvolvê-la. Aqui estão algumas dicas:

  • Mantenha um peso saudável: o excesso de peso ou obesidade é um dos principais fatores de risco para apneia. Manter um peso saudável pode ajudar a reduzir as chances de desenvolver a condição.
  • Exercite-se regularmente: praticar atividades físicas regularmente pode ajudar a manter um peso saudável e melhorar a saúde geral, o que pode reduzir o risco de apneia do sono.
  • Evite o consumo excessivo de álcool e tabaco: o consumo excessivo de álcool e tabaco pode aumentar o risco de apneia do sono, além de ser prejudicial à saúde em geral.
  • Durma de lado: dormir de lado pode ajudar a prevenir a obstrução das vias respiratórias durante o sono.
  • Mantenha uma boa higiene do sono: isso inclui ter um horário regular para dormir e acordar, evitar o uso de dispositivos eletrônicos antes de dormir e manter um ambiente de sono confortável e silencioso.
  • Procure tratamento para problemas respiratórios: o tratamento adequado de problemas respiratórios, como rinite e sinusite, pode ajudar a prevenir esse problema.
  • Realize exames médicos regularmente: fazer exames médicos regularmente pode ajudar a identificar fatores de risco e problemas de saúde que podem contribuir para o desenvolvimento da apneia do sono.

Quem tem apneia do sono descansa?

Pessoas que sofrem de apneia do sono muitas vezes não conseguem ter um sono reparador e descansar adequadamente durante a noite.

Ela é caracterizada pela interrupção da respiração durante o sono, o que pode ocorrer diversas vezes durante a noite, resultando em um sono fragmentado e pouco reparador.

A interrupção da respiração pode fazer com que a pessoa acorde parcialmente ou completamente durante a noite, o que pode interromper o sono profundo e reduzir a qualidade do sono.

Como resultado, muitas pessoas com apneia do sono podem acordar cansadas e sonolentas, mesmo após dormir por um período “suficiente” de horas.

Mais Artigos sobre o Ronco e Apneia

Ronco e Apneia – Perguntas e Respostas

Apneia do Sono: Sintomas e tratamento com aparelho para apneia sono

Apneia o sono pode matar pois é um distúrbio respiratório muito sério

Cansaço mental pode ser causado pelo ronco e apneia do sono?

Ronco –  Descubra quais as causas do Ronco e como parar de roncar

Instituto do Sono – Como é feita a Polissonografia?

Anti Ronco: Aparelho Anti Ronco para parar de roncar e tratar a apneia

Cansaço emocional e suas consequências

Aparelho para Apneia do Sono – Conheça o IntraOral, o CPAP e os Fakes

Aparelho Intraoral para Ronco e Apneia do Sono

Como Tratar o Ronco e a Apneia

Ronco Forte Aumenta Chance de Câncer?

Falta de Desejo Masculino e Feminino causados pelo Ronco e Apneia

Faixa Fim do Ronco – Comprei mas não funcionou

Dr Paulo Coelho

Olá, seja bem-vindo! Eu sou o Dr. Paulo Coelho, com formação em Odontologia e Psicanálise, além de Mestrado em Ortodontia e Doutorado em Psicanálise com ênfase em Distúrbios do Sono. Atuo clinicamente em Campinas e em São Paulo, nos bairros do Brooklin e Tatuapé

Você também pode gostar...